O casamento do galo Pinto
O casamento do galo Pinto O casamento do galo Pinto

O casamento do galo Pinto

Editora: Editora OQO
Código do Produto: 978-84-9871-291-9
Pontos pela Compra: 0
Disponibilidade: Em Stock
Preço: 14,00€

O galo Pinto queria engaiolar a menina Juliana e a vaca Ruiva fez de casamenteira. No estábulo, assim que se soube da notícia, andavam todos a correr: as galinhas punham ovos para fazer um bolo, a vaca preparou as natas, as cabras apanharam amoras das silvas, os porcos colheram flores, e um coro de ovelhas ensaiava músicas para o casamento.

Um casamento é sempre motivo de alegria, por isso, na quinta, estavam todos muito felizes: todos menos a raposa do Pinhal. Ela nem queria acreditar! Como podia a sua menina de prata casar com um galo tão manhoso? Acaso não percebia que o galo Pinto só se preocupava em exibir-se no casamento? E ainda por cima um vaidoso, um interesseiro! Sempre a perguntar aos convidados pelos presentes!

O autor do novo álbum da Coleção O da OQO editora é Juan Alfonso Belmontes que, a partir dos encontros e desencontros das três personagens principais (o galo Pinto, Juliana e a raposa do Pinhal) vai tecendo uma singular história de amor em que também não faltam os ciúmes, as mágoas, os enganos ou a cobiça… Com estes ingredientes a emoção está garantida, e entre enredo e enredo o autor convida-nos a refletir com ele sobre os sentimentos.

A ilustradora de tão badalado casamento é Natalie Pudalov, uma artista nascida na Rússia mas que vive em Israel desde muito nova. Foi lá que realizou os seus estudos de arte e desenho gráfico e, ao terminar, foi viver para a Alemanha para estudar ilustração.

Para o seu trabalho, nesta ocasião utilizou tábuas de madeira sobre as quais foi pintando diversas capas com pintura acrílica que combinou com colagens. No álbum, Natalie concede um protagonismo especial aos três protagonistas do triângulo amoroso. Segundo ela própria diz, a imagem de cada uma delas procura refletir as caraterísticas mais significativas da sua personalidade:

A vaidade e o egoísmo são os traços mais relevantes do caráter do galo Pinto, daí que o apresente sempre a caminhar muito direito, com a cabeça alta e exibindo uma fabulosa cauda. O seu tamanho é maior que o do resto das personagens porque se julga superior a todos, sobretudo à sua prometida. E cobre o rosto com uma máscara que simboliza tratar-se de alguém que oculta as suas verdadeiras intenções.

Frente à imagem afetada do galo, a noiva transmite naturalidade. As roupas dela são simples e enfeita-se com flores. Além disso, Juliana é uma vítima do galo, portanto o seu aspecto também projeta uma certa fragilidade (é pequena) e ingenuidade. Na sua caraterização os elementos mais utilizados são precisamente os que incidem na inocência e pureza da personagem: é uma leiteira, usa um avental branco como a neve, a sua pele é de prata…

Por último, a raposa do Pinhal é humilde e sábia. Aparece sempre em segundo plano em todas as ilustrações e está atenta para que a sua menina não caia na armadilha do galo.

Muito original é também a forma como Natalie desenha os presentes do casamento: dentro de bolas de sabão porque, na realidade, não são mais que promessas vazias, frágeis como estas, que correm o risco de rebentar e desvanecer-se se, no fim, não houver casamento…

Texto de Juan Alfonso Belmontes
Ilustrações de Natalie Pudalov
Tradução do espanhol de Elisabete Ramos

Ficha técnica
Nº de Páginas 40
Lingua GL | ES | EN | FR | IT | PT
Capa Cartonado
Tags: Livro,